Método Day Trade – A Entrada Passou. E Agora?! Siga Esses 3 Passos

Ahh… O mercado de capitais às vezes pode ser engraçado… Sabe quando a gente percebe aquela entrada perfeita, aquele valor que a gente estava esperando o dia inteiro (ou a semana inteira) e por alguma razão a gente acaba não entrando? 

Pode ser que você foi buscar um cafézinho na cozinha e quando voltou para o computador a entrada já passou e já são uns 4, 5 ou até mais candles depois… Aí você pensa, “Putz, e agora? Será que ainda dá tempo? Onde vai meu stop?”
Olha só, aproveita que vc tá aqui e curte a minha página do Facebook abaixo, tem coisas muito tops lá também!
É, eu sei bem como isso funciona, acho que a maioria dos traders já passou por situações como essa pelo menos uma vez na vida. Mas a verdade é que com a análise técnica bem feita é possível sim “pegar o trem” depois que ele já passou…
Fazer trades é como pegar ônibus. Se você perdeu o seu, logo em seguida passa outro e você pega.
Esse post tem um objetivo simples e direto: mostrar em 3 passos onde entrar depois que a entrada “perfeita” passou.Vamos analisar…
1° Passo: Qual é a tendência atual?
A primeira coisa que a gente precisa saber é a tendência atual do gráfico que você está analisando. A gente está subindo, descendo ou consolidando?
É muito importante identificar a tendência antes de abrir qualquer tipo de operação. Operar contra a tendência dominante do mercado é muito difícil… É mais ou menos como na foto abaixo…
2° Passo: Onde estão as altas e baixas (fundos) mais próximos?
Esse é o passo mais importante. Depois que a entrada principal passou e você não entrou nela, para poder entrar já no meio do movimento você precisa saber exatamente onde estão as altas mais próximas caso você esteja na ponta compradora e as baixas mais próximas caso você esteja na ponta vendedora.
Por quê?
Por que isso ajuda a evitar uma compra na resistência e venda no suporte… Esses níveis são muito usados como alvos dos traders que entraram antes, ou boas entradas para os traders que estão aguardando a reversão.
Digamos que você não pegou aquela reversão de tendência lá em baixo e quer entrar no mercado… Aonde estão as altas mais próximas nesse caso aqui? A gente tem possíveis resistências nas linhas verdes 1, 2, 3 e 4.

3° Passo: Entrar quando ELES desistirem…

Aqui está o segredo. A gente já perdeu o primeiro ônibus, esse agora é o segundo que está passando para a gente pegar. O objetivo é entrar exatamente no ponto onde eles desistiram…
O que temos que observar?
A gente só tem que aguardar o pessoal que está tentando reverter a tendência desistir e entrar na força da outra ponta. Por exemplo: se estamos em uma tendência de baixa e de repente a gente começa a ver alguns candles verdes tentando reverter a tendência, a nossa entrada é exatamente no momento que eles desistirem. O mesmo acontece com o outro lado.
Essa desistência é visualizada quando a gente tem um candle grande e forte à favor da tendência logo em seguida dessa tentativa de reversão… Se eles tentam por 1, 2 ou 3 candles, eles desistem quando vem um candle forte engolfando todos ou fechando bem longe.
Considerações Importantes Para Operar A Desistência No Mercado De Capitais
Pegou o ônibus? Legal, mas onde vai o stop e o alvo? O stop vai exatamente abaixo ou acima da desistência. Um pouco abaixo da desistência caso você tenha comprado. Caso você tenha vendido na tendência de queda, o seu stop vai um pouco acima da desistência. Os alvos seriam as altas mais próximas.
O jeito mais fácil de encontrar esses pontos de “desistência” do pessoal que vai contra a tendência é fazendo a leitura de candles… É super fácil identificar onde eles tentam e desistem, olha só a foto abaixo com uma sequência de tentativas e desistências do lado comprador.
 
Observe que o momento das desistências formam candles fortes, grandes e que fecham praticamente na baixa do candle.
Encontrando a força no mercado de capitais…
Se a gente está descendo (tendência de baixa) os candles vermelhos tem que estar demonstrando muito mais força do que os verdes em direção ao fundo mais próximo.
Se a gente está subindo (tendência de alta) os candles verdes tem que estar demonstrando mais força para o lado comprador em direção à alta mais próxima.
Se a gente está descendo e começamos a ver candles vermelhos fracos, dojis ou não tão grandes, isso já é um sinal de que estamos em uma área que “possivelmente” possa estar sendo usada como suporte. O mesmo ocorre para o lado comprador, se os candles verdes estão fracos na subida, então estamos perto de uma possível resistência.
Comprar ou vender em dojis ou áreas de indecisão antes de confirmação de força é mais arriscado… Pode ser feito, mas é arriscado. Lembre-se, o mercado de capitais não está contra nós, mas a gente não pode ficar dando chance para ser stopado, né? Ao fazer a análise e a leitura de candle certa a gente aumenta as nossas chances de sucesso… É nesse hora que a disciplina entra em jogo.
Espero que tenha ajudado. Fica de olho no blog e no Youtube para mais dicas sobre o mercado de capitais. Estamos no Facebook!!! Faça parte do nosso Grupo no Face Aqui! Abração!

Comentários

Deixe Seu Comentário Aqui...